Foto: Reprodução
Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) investiga a segunda ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro, Ana Cristina Siqueira Valle, chefe de gabinete do vereador Carlos Bolsonaro entre 2001 e 2008,

Ana Cristina é alvo de uma investigação por uso de funcionários fantasmas e eventual prática de “rachadinha”, como é conhecido o suposto esquema de devolução de salários no gabinete de Carlos.

De acordo com o advogado de defesa, Magnum Roberto Cardoso, ela foi convocada para depor na capital, mas ele solicitou que o depoimento fosse prestado em Resende, no Sul do Estado, onde ela possui residência e trabalha.

*Radar da Bahia