Foto: Reprodução
exta-feira (3), o empresário Eduardo Fauzi Richard Cerquise, foragido depois de ser identificado como suspeito do ataque à sede da produtora de vídeos Porta dos Fundos assumiu em entrevista ao “Projeto Colabora” a autoria no crime, ocorrido na véspera do Natal, na Zona Sul do Rio. Eduardo ainda afirmou que irá pedir asilo político na Rússia, para onde viajou na tarde do dia 29 de dezembro, um dia antes da expedição do mandado de prisão.

"Eu sou o candidato típico. Mas a decisão é política. Se não houver interesse político eles não me não me asilam", disse Eduardo Fauzi. "Achavam que fui muito estúpido pra não cobrir o rosto e não alterar a voz, mas fui conectado o suficiente pra ser avisado do mandado a tempo de viajar pra fora do país", completa.

O empresário ainda disse que soube com antecedência sobre a expedição de um mandado de prisão contra ele. Seu nome foi incluído na lista de procurados da Interpol desde a quinta-feira (2), quando foi divulgada a informação de sua viagem para Moscou.
*Radar da Bahia