Foto: Reprodução
Na abertura dos trabalhos na Câmara e no Congresso, o presidente Jair Bolsonaro citou sete propostas em tramitação no Legislativo como prioridades do governo para 2020 na mensagem presidencial encaminhada aos parlamentares nesta segunda-feira (3).

Alcolumbre alertou sobre a dificuldade para a privatização da Eletrobras, uma das prioridades do Planalto. O documento que traz a mensagem presidencial de Bolsonaro fala que a capitalização da empresa é esperada para 2020. A proposta, segundo o presidente do Senado, não será aprovada no Senado com o modelo proposto pelo Executivo.

Bolsonaro diz que as propostas em tramitação no Congresso precisam da "devida apreciação e votação" em 2020 "o projeto da reforma tributária, do Contribuinte Legal, do Programa Verde-Amarelo, da independência do Banco Central, da privatização da Eletrobras, do Plano de Promoção do Equilíbrio Fiscal, do Novo Marco Legal do Saneamento e do Plano Mais Brasil, composto pelas PECs Emergencial, do Pacto Federativo e dos Fundos Públicos."

Alcolumbre, porém, faz uma ressalva sobre a privatização da estatal. "Para Davi, a proposta do governo para privatização da Eletrobras não será aprovada no Senado, no modelo como foi proposto", diz o documento encaminhado pelo presidente do Senado mais cedo. Com a mensagem divulgada, a assessoria afirmou que a lista não é oficial, mas apenas uma orientação à cobertura da imprensa.