Foto: Reprodução
A decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo de fornecer banho quente a todos os detentos do Estado atende uma ação da Defensoria Pública de SP.  Informações do SBT

O órgão alega que a falta de banhos aquecidos, principalmente nos dias mais frios, é um ato de tortura.

O TJSP já havia derrubado uma decisão anterior e mantido os banhos gelados, anos atrás, mas o Superior Tribunal de Justiça contrariou a decisão e a nova determinação deve prevalecer.