Foto:Reprodução
O policial militar reformado Ronnie Lessa e o ex-PM Élcio Vieira de Queiroz vão a júri popular por conta dos assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. A determinação é do juiz Gustavo Gomes Kalil. Os dois são acusados por homicídio triplamente qualificado.

Segundo o G1, o advogado de Élcio, Henrique Telles, disse que deverá recorrer da decisão. “Eu e o meu grupo de advogados estamos analisando, examinando [a sentença]. A nossa contrariedade é com a pronúncia. Não há prova contra o meu cliente”, declarou.

Ronnie e Élcio estão presos há um ano, em penitenciárias de segurança máxima. Na denúncia, Lessa é apontado como autor dos disparos de submetralhadora que mataram Marielle e Anderson. Ele estaria no banco de trás do Cobalt que perseguia o veículo onde estavam as vítimas. Élcio seria o motorista do Cobalt.