Foto: Reprodução
Uma estudante de 15 anos, que não teve o nome divulgado, foi apreendida, suspeita de matar outra adolescente a facadas. A jovem de 14 anos, identificada como Emanuelle Souza Batista, foi morta com 35 facadas e teve o corpo incinerado. Emanuelle e a suspeita estudavam na mesma escola.

O caso aconteceu em janeiro deste ano, no parque de Rio Verde, região sudoeste de Goiás, de acordo com o G1. O titular da Delegacia de Apuração de Atos Infracionais (Depai), Danilo Fabiano, contou que a adolescente confessou o ato. "A motivação principal é que a vítima falava mal dela nas redes socais. Ela atraiu a menina com a promessa de achar droga escondida na mata", relata o delegado.

A Justiça decretou internação provisória de 45 dias para a adolescente. Câmeras de segurança auxiliaram nasinvestigações. As imagens mostram as duas indo em direção a um matagal, local em que o corpo foi encontrado. À polícia, a adolescente disse que atraiu a colega para emboscada com a promessa de dividirem uma falsa quantidade de droga enterrada no matagal. Ela também falou onde escondeu a arma do crime e o celular da vítima. O laudo pericial apontou que corpo de Emanuelle tinha ferimentos nas costas, pescoço, tórax e outros membros.