Foto: Reprodução
O Colégio Nacional dos Defensores Públicos Gerais (Condege), enviou na tarde da última quarta (18), um pedido para que o presidente Jair Bolsonaro edite em caráter emergencial, um concedendo liberdade a presidiários para conter o avanço do Covid-19.

Segundo o documento, idosos e pessoas com deficiência; pessoas que fazem parte do grupo de risco, como diabéticos, hipertensos, portadores de insuficiência renal, doenças respiratórias ou cardíacas crônicas, e presos com HIV seriam liberados.

O indulto também deve incluir mulheres com filhos de até 18 anos, gestantes e lactantes. O Condege declara que caso não seja possível atender o pedido na íntegra, pelo menos mulheres com filhos de até dois anos de idade sejam liberadas.

*Radar da Bahia