Foto: Reprodução
Autoridades sanitárias do Brasil, pretendem produzir ou fazer a aquisição de cerca de um milhão de kits de teste rápido para o Covid-19.  O investimento pode chegar a até R$ 100 milhões segundo o site Metrópoles.

No momento, o Ministério da Saúde tem gastado entre R$ 75 e R$100 por teste, ou seja, na quantidade especulado o valor pode variar entre R$ 75 e 100 milhões.  A estrutura de fabricação é o fator que mais preocupa o governo federal.   

A Fio Cruz entregou 30 mil testes no início de março, e recentemente disponibilizou mais 5,5 mil, prometendo outros 40 mil para abril. A instituição consegue produzir 20 mil testes semanais, que é o ritmo pedido pelo Ministério da Saúde.  Ritmo esse que deve aumentar  com o provável pedido.