Foto: Reprodução
A Prefeitura iniciou, nesta quinta-feira (2), mais uma ação importante no enfrentamento ao novo coronavírus. Com aulas suspensas em toda a rede municipal de ensino, a Secretaria de Educação de Alagoinhas está entregando, a cada aluno matriculado em escola pública municipal, uma cesta básica. A medida adotada pelo prefeito Joaquim Neto é uma forma de garantir o apoio nutricional aos estudantes, em substituição à merenda escolar durante o período de isolamento.


“É uma iniciativa da Prefeitura, com recursos próprios, para garantir segurança alimentar aos alunos e às famílias, que estão em casa nesses dias de isolamento social tão necessário, devido à pandemia do coronavírus”, ressaltou Joaquim Neto, que acompanhou de perto a distribuição das cestas na Escola Municipal Péricles Nogueira, localizada em Conceição, e na Escola General Osório, no Quizambú, região do distrito de Riacho da Guia.


“Pense na alegria que eu fiquei quando eu ouvi dizer que ia ter essas cestas”, disse de imediato Josefa de Jesus, que tem 3 filhos matriculados na rede pública municipal e recebeu os mantimentos. Ao lado dela, Simone Batista, que levou os filhos para a zona rural, durante a pandemia, também aprovou a ação. “Como meu marido trabalha de cobrador, fica muito na cidade, eu peguei meus filhos e vim pra casa de um tio meu e minha tia, aí estou por aí. E graças a Deus a cesta veio em uma hora boa, em uma hora abençoada”, disse a moradora, na Escola Municipal Péricles Nogueira, onde retirou a cesta básica.

Também mãe de estudante matriculado na rede pública do município, Eduarda Thiago lembrou que a chegada dos alimentos significa mais tranquilidade para as famílias durante o período de isolamento. “É uma opção boa, porque, diante dessa pandemia, nem todo mundo tem condição de comprar os alimentos para as crianças, e eu achei ótimo porque tenho um filho de 5 anos que precisa também. Além do mais, tá próximo à semana santa, uma semana em que nem todo mundo tem condições de comprar as coisas porque não está tendo dinheiro nem quer ir à rua. Eu mesma quero distância da rua, então achei ótimo, estão de parabéns”, relatou.


De acordo com o secretário municipal de educação, Jean Afonso, a entrega deve beneficiar aproximadamente 13 mil estudantes, e os alimentos foram adquiridos com recursos do fundo municipal. A logística de distribuição, iniciada na zona rural, continua nesta sexta-feira (3) e também na semana seguinte, continuamente, contemplando todas as 80 unidades escolares. Um cronograma foi estruturado pela equipe técnica, e a organização prevê cestas básicas para o número total de estudantes da rede. Para evitar aglomerações, a distribuição foi fracionada e as cestas são entregues de forma ordenada mediante apresentação do documento do responsável (preferencialmente RG) e do documento do estudante.

Além das cestas básicas, a previsão é de que a SEDUC inicie também, nos próximos dias, a distribuição de kits escolares para aproximadamente 13 mil alunos.

Confira a escala de entrega de cestas básicas prevista para os dias 2, 3 e 6 de abril:

Quinta-feira (02/04): 


Sexta-feira (03/04):



Segunda-feira (06/04):