Foto: Reprodução
O  prefeito de Alagoinhas, Joaquim Neto(PSD), se reuniu com o chamado ‘comitê de crise’, grupo formado por secretários de governo, órgãos de saúde municipal e estadual, e representantes das forças empresariais para discutir as ações na cidade com relação ao coronavírus, e decidiu pela prorrogação do fechamento do comércio. O governo ainda não decidiu se a prorrogação do fechamento vai até o próximo domingo(12), ou até o dia 19. O decreto deve ser publicado em edição extraordinária entre hoje(05) e amanhã(06).


Na reunião, segundo fontes relataram ao News Infoco, o prefeito Joaquim Neto se mostrou bastante preocupado com a crescente no número de casos confirmados no município e mostrou irritação pela falta de cumprimento das determinações sanitárias por parte de donos de supermercados, e lotéricas, além dos bancos. Essas atividades são enquadradas como essenciais e não são alcançadas pelo decreto de fechamento do comércio.



O prefeito determinou que a partir desta segunda-feira(06), haja ‘tolerância zero’ à aqueles que descumprirem as determinações da prefeitura. Se forem encontradas filas e aglomerações, ou qualquer outro descumprimento, a ordem é para que o estabelecimento seja fechado e que a secretaria responsável avalie o cancelamento do alvará.


*News Infoco