Foto: Reprodução
A Bahia chegou a 5.088 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), de acordo com dados divulgados pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), neste sábado (9/5). Desse total, 1.316 pacientes foram curados e 3.579 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da doença, o que são chamados casos ativos.

De acordo com o boletim da secretaria, 646 profisisonais da saúde já tiveram diagnóstico positivo para a Covid-19. A partir da próxima semana, os trabalhadores da área, de todas as unidades públicas, deverão ser testados regularmente em intervalos de 14 a 21 dias.

Nas últimas 24 horas, mais sete óbitos foram registrados, somando o total de 190 mortes no estado. As vítimas foram um homem de 75 anos, residente em Camaçari, com histórico de doença cardiovascular; um homem de 63 anos, residente em Jequié, com histórico de hipertensão; um homem de 50 anos, residente em Jitaúna, com histórico de comorbidades; uma mulher de 77 anos, residente em Ilhéus, com histórico de doença cardiovascular e diabetes; um homem de 49 anos anos, residente em Salvador, com histórico de obesidade e um homem de 78 anos, também de Salvador, com histórico de doença cardiovascular.

Os 190 óbitos ocorreram nos seguintes municípios: Adustina (1); Água Fria (1); Araci (1); Belmonte (1); Buerarema (3); Camaçari (3); Capim Grosso (3); Catu (1); Coaraci (1); Feira de Santana (2); Gandu (1); Gongogi (2); Ibirataia (1); Ilhéus (11); Ipiaú (2); Itabuna (6); Itagibá (1); Itapé (1); Itapetinga (2); Jequié (2); Jitaúna (1); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (5); Maraú (1); Nilo Peçanha (1); Ribeira do Pombal (1); Salvador (121); São Francisco do Conde (1); Ubaitaba (1); Uruçuca (4); Utinga (1); Vera Cruz (1); Vereda (1) e Vitória da Conquista (4).

Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais. Os números são dinâmicos, e na medida que as investigações clínicas e epidemiológicas avanças, os casos podem são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação.