Palácio do Planalto está em busca de um novo nome para assumir o Ministério da Educação. Entre as opções está o secretário de educação do Paraná, Renato Feder. Empresário do ramo da tecnologia, Feder é herdeiro de outro grupo empresarial de eletrodomésticos, e já foi professor de matemática e diretor de escola.

De acordo com informações da CNN Brasil, o que despertou a atenção do governo foram alguns resultados no estado, que deve melhorar seus indicadores do Ideb. 

Outro fator, foi a iniciativa de Feder em implantar durante a pandemia, um programa de ensino à distância por TV aberta na escola pública, que atende mais de um milhão de crianças.  

O presidente Jair Bolsonaro busca para ocupar o cargo, uma pessoa com perfil conservador, que não seja político e sem ligação com a gestão de Abraham Weintraub. 

Quem também está sendo cotada é Claudia Costin, diretora Geral do Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais da FGV.

Bnews news