Foto: Kin Saito/CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) deve decidir na próxima semana a sede da Copa do Nordeste. E Salvador desponta como favorita para sediar a competição, conforme apuração do Bahia Notícias.

A intenção é que a competição seja iniciada a partir da segunda quinzena de julho. Salvador só se inviabilizaria se o atual decreto que proíbe partidas de futebol no estado seja prorrogado pelo governador Rui Costa (PT). A medida expira no dia 6 de julho. 

Durante a semana, a CBF recebeu uma vasta documentação referente as estruturas atuais da Arena Fonte Nova, Barradão e Pituaçu. Arena Cajueiro e Joia da Princesa, em Feira de Santana, também foram analisados pela entidade. A“Princesinha do Sertão”, como é conhecida Feira, também poderá receber partidas e sediar até um confronto das quartas de final. O material agradou a cúpula da entidade. 

Fortaleza e Recife também passaram pela análise. A primeira foi avaliada positivamente e leva vantagem sobre a capital pernambucana nos critérios avaliados.

A entidade que controla o futebol nacional analisou vários aspectos como a malha aérea, rodoviária, leitos de hotel, praças esportivas e estruturas nas cidades próximas de cada capital. Os casos de coronavírus em cada local também estiveram em pauta.

A Copa do Nordeste foi suspensa em março por conta da pandemia do coronavírus.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realizou vistoria em três capitais nesta semana, bem como em municípios próximos. O objetivo foi verificar a estrutura desses locais para definir a sede da Copa do Nordeste.