Foto: Reprodução
A Polícia Civil e Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) prenderam, na manhã desta quarta-feira (17), Carlos Frederico Verçosa Duboc, superintendente de Orçamento e Finanças da Secretaria Estadual de Saúde.

A ação aconteceu em mais uma fase da Operação Mercadores do Caos, que investiga suposta fraude na compra de respiradores pelo estado para o combate à Covid-19. Os equipamentos foram comprados emergencialmente e, de acordo o MP-RJ, nunca foram entregues, levando a um rombo de R$ 18 milhões aos cofres públicos.

Carlos Duboc foi preso em casa, em Pendotiba, Niterói. Além dele, agentes cumpriram, ainda, outros quatro mandados de busca e apreensão no Rio e outros cinco em Brasília, todos expedidos pela 1ª Vara Criminal Especializada do Rio de Janeiro.