Foto: Reprodução
Seis policiais militares, entre eles um oficial, são acusados de desviar cocaína apreendida pela corporação em maio deste ano. O caso aconteceu na Região Metropolitana de Belém, nos municípios de Barcarena e Abaetetuba, no estado do Pará. Nesta terça-feira (16), as polícias Civil e Militar cumpriram mandados de busca e apreensão, solicitados pela Justiça Militar.

Durante a operação já foi encontrada e apreendida, na casa de um dos investigados, a quantia de R$ 250 mil em espécie.

Segundo o promotor de justiça militar Armando Brasil, "em maio desse ano a PM fez a maior apreensão de cocaína do Estado” com duas toneladas. Nove policiais do 14º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Barcarena chegaram a ser condecorados pela apreensão.

Ocorre que parte dessa droga ficou retida por uma guarnição, que agora é alvo da operação, que teve início a partir de denúncias que informaram às autoridades que os militares estavam vendendo parte desse conteúdo apreendido. As vendas estariam ocorrendo na RMB, em Barcarena e Abaetetuba

A Divisão de Crimes Funcionais (DECRIF) da Polícia Civil informou que, dos seis acusados, três foram localizados até o momento.