Foto: Reprodução
O boletim divulgado diariamente pela Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) com informações atualizadas sobre a situação epidemiológica do novo coronavírus em Alagoinhas revela que, nesta sexta-feira (12), 24 pacientes evoluíram para a alta, após infecção pela COVID-19. Com a atualização, sobe para 126 o número de pessoas recuperadas, em Alagoinhas.

Com relação aos casos confirmados, o município registrou 3 novos diagnósticos positivos. Todas as pacientes identificadas são do sexo feminino e têm 10, 34 e 81 anos de idade. Elas estão, neste momento, cumprindo o isolamento domiciliar, monitoradas pelas equipes de Vigilância, assim como as pessoas com as quais tiveram contato.

Os dados mostram que, com o aumento do número de pacientes recuperados e sem registros de novos óbitos em decorrência da COVID-19, Alagoinhas reduziu o quantitativo de casos ativos da doença; são 75 casos ativos, até agora, na contagem do total de confirmados subtraídos os óbitos e os pacientes que tiveram a recuperação constatada – 21 a menos que ontem, quando o município ultrapassava 90 infectados pelo coronavírus.
Foto: Reprodução

A edição desta sexta-feira aponta ainda para 965 casos descartados para COVID-19, no município, do somatório entre testagens negativas e exclusões do monitoramento por critério de investigação clínico-epidemiológica. Outras 9 pessoas aguardam resultados do Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN), para onde são encaminhadas as amostras. A Vigilância informou também que o número de internados se manteve: são 3 pacientes no Hospital das Clínicas de Alagoinhas (HCA), 1 no Instituto Couto Maia, 1 no Hospital Espanhol, 1 no Hospital Regional Dantas Bião e 1 na UPA de Santa Terezinha.

A Secretaria Municipal de Saúde comunicou que a realização de exames diagnósticos para coronavírus foi ampliada, em Alagoinhas, e ressaltou que uma série de ações integradas estão sendo desenvolvidas com foco em interromper a cadeia de transmissão da doença. Equipes de Vigilância seguem mobilizadas, com o cumprimento, em integralidade, dos protocolos do Ministério da Saúde, e realizam o mapeamento, o monitoramento dos casos suspeitos, confirmados e seus contatos, além da investigação epidemiológica. A recomendação é para que as pessoas mantenham o isolamento e adotem as medidas preventivas preconizadas.