A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) derrubou na Justiça a decisão liminar que obrigava as operadoras de saúde a cobrir o teste de sorologia, que identifica a presença de anticorpos (IgA, IgG ou IgM) no sangue de pacientes que foram expostos ao vírus em algum momento.

Em junho, o teste havia sido incluído no rol de coberturas obrigatórias dos planos de saúde, por deteminiação judicial.

Segundo O Globo, a Associação de Defesa dos Usuários de Seguros, Planos e Sistemas de Saúde (Aduseps), titular da Ação Civil Pública, informou que entrará com um recurso para comprovar a importância dos testes.

"A ANS mais uma vez mostra que atua em defesa dos planos de saúde e não dos consumidores. Se esse teste não é importante para o controle da pandemia, pergunto: por que a Anvisa autorizou sua realização, inclusive por farmácias?  É um absurdo essa decisão e vamos brigar para revertê-la", desabafa Renâ Patriota, presidente da associação.

metro1