O secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates, desistiu da pré-candidatura a prefeito da capital baiana pelo PDT. Em um texto, Prates disse que "é coerente manter as vidas de milhões de soteropolitanos acima de anseios pessoais", mas que tem "certeza que este sonho não acabou, foi apenas adiado".

Prates contou ainda que as decisões definitivas serão tomadas em momento oportuno em conjunto com o partido. "Mas a nossa principal luta segue firme, um PDT mais forte em toda a Bahia, em prol de um verdadeiro projeto de desenvolvimento nacional".

"Quis o destino que eu estivesse na cadeira de secretário de saúde quando testemunhamos Salvador encarar um dos seus maiores desafios, a guerra contra o Coronavírus. Frente a este momento entendi que os planos tinham mudado, o meu objetivo de cuidar das vidas do povo de Salvador ainda não viria pela disputa eleitoral, mas pela dedicação ao cargo que já ocupava na saúde do município", disse.

metro1