No dia 15 de agosto, a lutadora baiana Virna Jandiroba sobe ao octógono para a sua terceira luta no UFC (Ultimate Fighting Championship). O desafio dessa vez será contra a experiente norte-americana Felice Herrig. Escalada para o UFC Las Vegas, nos Estados Unidos, a atleta da Fight House de Feira de Santana terá o desafio de superar a dificuldade dos treinos no período de pandemia.

 Durante a preparação, o número de sparrings disponíveis para treinar diminuiu. “Tivemos que diminuir o número de pessoas na academia por conta da pandemia, mas fiz uma preparação muito boa com o campeão mundial de Muay Thai João Carvalho que ficou morando na minha casa”, contou Virna.

 Além disso, com as academias fechadas a preparação física também teve que ser adaptada. “Apesar das dificuldades vamos buscar mais uma vitória no Ultimate”, contou a peso-palha.

 Virna e seu treinador Renato Velame embarcam para os EUA no próximo dia 10 de agosto e, ao chegar, passarão por teste de covid-19 e ficarão isolados até o resultado. 

“Geralmente viajamos antes mas, devido a pandemia o UFC preferiu a viagem mais próxima da luta”, explicou. Virna revelou ainda que após a luta ficará em Las Vegas para fazer testes físicos no UFC Performance Institute. Segundo ela, os testes ajudarão na preparação das próximas lutas. Virna tem 16 lutas na carreira com 15 vitórias.


bocão news