O senador Jaques Wagner assumiu a coordenação de campanhas do PT e de aliados nas 50 maiores cidades da Bahia. A informação foi confirmada ao BNews pelo presidente estadual do partido, Éden Valadares. O parlamentar entrou em campo após as atenções do governador Rui Costa se voltarem para ações de combate contra o Covid-19.

"Wagner está coordenando nas 50 maiores cidades a montagem dos palanques da base aliada, a pedido do governador. Ele tem dialogado com todos os partidos aliados e ajudado nas definições", declarou, para a reportagem. Em Salvador, o ex-governador também comanda a chapa da pré-candidata Major Denice Santiago (PT).

Conforme já informado, o parlamentar entrou em campo a pedido de partidos da base. Nos bastidores, inclusive, ventilou-se a possibilidade de ele assumir a Secretaria de Relações Institucionais do Estado - que está vacante desde a saída de Cibele Carvalho para se candidatar à prefeitura de Rafael Jambeiro (BA). Segundo fontes da reportagem, no entanto, a possibilidade não existe.

Questionado sobre o assunto, Éden se esquivou. "Não enxergo possibilidade do PT, na Bahia ou no Brasil, abrir mão do senador Jaques Wagner. Ele cumpre um papel importante na Bancada e, aqui na Bahia, é nosso principal referência, orientador e líder".

Procurada, Wagner afirmou por meio de sua assessoria de imprensa que trabalha juntamente com Rui. "O governador Rui Costa está praticamente com 100% do tempo dedicado ao enfrentamento da pandemia. Ele só pensa nisso: de manhã, de tarde e de noite. Ele mesmo diz que não tem tempo pra outra coisa. Então, como eu já fui governador, emergencialmente tô cuidando disso, ao lado do presidente do partido e em diálogo com os partidos da nossa base. E faço todas as conversas alinhando com o governador, que coordena o processo e com quem falo diariamente", declarou.

bocão news