Em meio à crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus, os estados brasileiros registraram, no primeiro semestre de 2020, uma queda na arrecadação de R$ 16,4 bilhões em comparação com o mesmo período do ano passado.

Segundo levantamento do jornal Folha de S. Paulo com base nos relatórios de execução orçamentária dos estados, das 27 unidades da federação, 20 registraram queda na arrecadação nos primeiros seis meses deste ano. Seis estados e o Distrito Federal tiveram arrecadação maior que no ano passado.

No total, os estados tiveram uma receita com impostos, taxas e contribuições de R$ 251 bilhões entre janeiro e junho de 2020. No mesmo período de 2019, foram R$ 267,6 bilhões, em valores atualizados pela inflação; uma queda de 6%.

Especialistas ouvidos pelo jornal apontam que o resultado já é pior que o prejuízo causado pelas crises de 2008 e 2015. No primeiro semestre de 2015, por exemplo, a queda na arrecadação dos estados foi de R$ 14,6 bilhões, em valores atuais, na comparação com o mesmo período de 2014.

metro1